RELATÓRIO SOBRE ESTUDO POLÍTICO INTERGALÁCTICO EM URÂNTIA

Saiu uma nota emitida por Enki a respeito da Política em Urântia. Documento da base de dados do Galáxia Central

RELATÓRIO SOBRE ESTUDO POLÍTICO INTERGALÁCTICO EM URÂNTIA

Documento da base de dados da Galaxia Central

Redigido por ENKI.

Foi descoberta em uns dos meus estudos há 1456000 anos terrestres um tipo de gene defeituoso. Não que esse gene fosse eliminado do Universo pela seleção natural, mas como toda forma de teimosia, ela sobreviveu em alguns pontos do cosmo. Em um planeta chamado UJIKHA, situado há 48000 anos-luz de Urântia (vossa Terra), o gene se situou em uma forma primitiva de um molusco. O que surpreendeu a equipe é que eles evoluíram até uma espécie política bem estruturada, a julgar pela forma. Eles trabalhavam em comunidade, operários indo para um lado e para o outro sem saber ao certo o que estavam fazendo. Porém a forma politica em que o planeta UJIKHA tinha, era de algo diferente do que havíamos visto até o momento. Embora todos eram iguais, sem nenhum tipo de posse ou poder, havia um líder supremo que comandava a ordem.

Porém esse líder tinha outros conselheiros para que pudessem fazer a ordem funcionar em prol do bem comum. Mas o que foi observado é que o líder e seus conselheiros (todos da mesma linhagem) beneficiavam a si próprios, dando aos operários apenas o trabalho de sustentar aquela base política.

Depois de algum tempo em campo de pesquisa pelo cosmo, observamos que em outros planetas também haviam o mesmo sistema político, porém em estágios diferentes. E constatamos que há um gene em comum com todos eles. O gene foi chamada de AG666, segundo o banco de dados Anunnaki.

Mas de longe todos eles nem se compara com o sistema proposto atualmente em Urântia. Esse planeta além de possuir um sistema bem primitivo, ainda há aqueles mais primitivos ainda. O urantianos encontraram uma forma de classificar as políticas em duas classes: esquerda e direita.

Alguns estudiosos insistem em associar nossa base política com o sistema de direita, mas venho a lembrar que somos mais superiores que o povo de Urântia e que o nosso sistema vem evoluindo a pelo menos 1000000 de anos terrestres.

Embora estivemos em Urântia há 10000 anos, nosso sistema politico não foi enraizado, mesmo com a nossa genética aderido aos primatas. Mas é peculiar que em pleno século 21 a base política tenha inspiração de séculos atrás.

Das nossas pesquisas verificamos que o gene atua no sistema límbico fazendo uma leve lavagem cerebral atuando na compensação. Alguns ratos suportam a dor em prol de comida e esse gene possui o mesmo efeito. Mesmo sabendo seus efeitos, não foi possível eliminar esse gene.

De toda a Urântia, um caso particular que chama muito a atenção da política intergaláctica é a movimentação socialista comunista do globo que movimenta ações com alguns países e nações que tem histórico mais intenso dessa genética defeituosa, como China, Cuba, Vietnã e Coréia do Norte (da qual alguns espiões Anunnakis estão investigando ações suspeitas por parte do

De todos os movimentos comunistas, há uma intensa atividade na América Latina envolvendo países como a Venezuela, Cuba, Colômbia, Bolívia e Brasil. Essa ação chamada no ponto específico de Urântia é Foro de São Paulo, que tem por objetivo causar a integração econômica do continente, mas ao que parece a economia é muito debilitada.

A ideologia deformada do comunismo de retirar a propriedade individual e colocar nas mãos de um Estado redigida por pessoas que terá propriedade integral de tudo não parece fazer lógica as atitudes socialistas condizentes. Esta base política não é somente exclusiva de Urãntia, mas sim de outros planetas das galáxias e é alvo de estudo cosmológica, da qual Nibiru possui um centro de estudo políticos.

A maioria dos planetas definharam com este sistema, mas é importante ressaltar que cada planeta tem um estágio do gene e Urântia possui o estágio mais primitivo de uma região de aproximadamente 456000 anos-luzes.

Um caso curioso que encontramos recentemente sobre esse gene é a atividade humorística e nonsense em um indivíduo particular, atualmente líder de uma nação. Ela apresenta características de distúrbios mentais (confusão, contradição e dislexia), além de não possuir níveis de persuasão necessários a um líder.

O gene é ainda estudada e seguiremos firmes em nossas pesquisas até conseguirmos uma conclusão de algumas perguntas:

– De onde surgiu?

– Como conseguiu resistir a lei da seleção natural?

– É realmente perigoso o sistema político, que é um efeito colateral do gene?

A nota pode ser visualizada aqui

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s